Euribor renova mínimos de sempre

euribor

Taxas interbancárias voltaram a descer em todos os prazos, uma boa notícia para quem está a pagar a casa ao banco.

As Euribor continuam a renovar mínimos históricos. No dia a seguir ao Banco Central Europeu ter descido a taxa de juro de referência em 25 pontos base, para um novo mínimo de sempre: 0,75%, as Euribor atingiram o valor mais baixo desde que há registo. E desde esse dia que têm vindo a renovar mínimos históricos em todos os prazos.

A Euribor a seis meses, que é a mais usada no cálculo dos juros no crédito à habitação em Portugal, diminuiu hoje para 0,735%. No mesmo sentido, o prazo a doze meses recuou para 1,011%.

Também a Euribor a três meses, que serve de indicador do apetite por risco da banca, além de influenciar os juros dos certificados de aforro e o custo de financiamento de muitas empresas, recuou para 0,451%.

E o mercado parece convicto de que as taxas Euribor vão continuar em queda no próximo ano. Isto porque só existem contratos de futuros a serem negociados acima dos actuais valores a partir de Março de 2014.

Os contratos negociados na Euronext Liffe, em Londres, sobre a Euribor a três meses para Dezembro estão a negociar hoje nos 0,340%. Já para os meses de Março e Junho do próximo ano, os contratos de futuros da Euribor negociam nos 0,345% e 0,360%, respectivamente.

- por Rita Paz | Económico